Related Posts with Thumbnails

5 de novembro de 2010

Você gosta de filmes de terror ou odeia? Isso tem a ver com sua genética

Há muito tempo os psicólogos querem entender por que os humanos, que evoluíram para buscar a felicidade e o conforto, gostam tanto de filmes de terror. Apesar de existirem aquelas pessoas que não conseguem sequer ler uma sinopse sem sentir medo, muita gente adora assistir cenas de tortura, decapitação, estripação e daí para pior.

A sequência de filmes "Jogos Mortais" é uma prova desse gosto pelo horror. A série sobre o serial killer que mata suas vítimas com armadilhas complicadas já arrecadou bilhões de reais em todo o mundo. Porque as pessoas gostam disso? Elas não sentem medo?

Segundo uma pesquisa recente, muito pelo contrário. Os adoradores de terror parecem ficar tão apavorados quanto as outras pessoas quando assistem os filmes. A diferença é que eles gostam mais.

Os psicólogos tinham duas teorias do por que algumas pessoas são atraídas por estímulos assustadores. Uma delas é que essas pessoas simplesmente não têm medo, nem se incomodam com histórias e imagens desagradáveis. A outra é que elas têm medo, mas antecipam o momento em que tudo vai acabar, e essa sensação de alívio é emocionante o suficiente para que eles se disponham a curtir as partes assustadoras.

Mas essas ideias parecem limitantes. Segundo os pesquisadores, no mundo real, as pessoas podem experimentar ao mesmo tempo felicidade e tristeza, euforia e ansiedade. A maioria das pessoas gosta de um pouco de emoção, mesmo que seja negativa. Caso contrário, as coisas seriam bem chatas.

Os pesquisadores quiseram testar o que acontece quando você aumenta esse nível de excitação com estímulos negativos. Pessoas que amam filmes de terror e pessoas que amam filmes românticos tiveram que assistir a filmes de terror, enquanto os pesquisadores avaliavam suas emoções.

Ambos os grupos apresentaram níveis similares de medo enquanto assistiam aos filmes. Mas apenas os que gostavam de filmes de terror ficaram felizes durante os filmes. Para este grupo, as cenas mais assustadoras foram também as mais agradáveis. O aumento do medo coincide com o pico de prazer.

Então, porque algumas pessoas gostam de estar com medo mais do que outras? A resposta pode estar em um aspecto da personalidade conhecida como busca de sensações. Pessoas que buscam sensações respondem mais a experiências intensas. Essas experiências podem assumir a forma de aventuras como bungee jumping, ou podem ser atividades mais mundanas.

As pessoas que buscam sensações desfrutam da curiosidade mórbida dos filmes de horror. Comparado a pessoas com baixa procura de sensação, elas têm um maior nível de excitação. Na psicologia, a excitação é um sentimento geral de alerta ou de consciência.

Os homens são mais propensos a ter elevada busca de sensação. Isso é provavelmente devido à influência da testosterona, o hormônio masculino. A produção de testosterona diminui com a idade, o que pode explicar porque os adolescentes são um grande mercado para os filmes de terror.

Os hormônios não são a única influência biológica na busca de sensações. Os pesquisadores suspeitam que os adoradores de filmes de terror sejam mais sensíveis ao neurotransmissor dopamina. Eles também podem ser menos sensíveis à serotonina, que contribui para a sensação de bem-estar.

Outros traços de personalidade estão associados com filmes de terror. Um estudo descobriu que as pessoas que gostam desses filmes tendem a ser do sexo masculino, e possuem menor empatia e maior agressividade. Outro estudo descobriu que meninas no ensino médio têm maior probabilidade de se identificar com as vítimas de filmes de terror que são alunos do sexo masculino. Todos estes traços de personalidade são pelo menos parcialmente genéticos, especialmente a busca de sensações, que é fortemente hereditária. Múltiplos genes estão envolvidos, e respondem por cerca de 10% das pessoas com alta busca de sensações.

Os pesquisadores também suspeitam que os amantes de terror são melhores em lembrar-se de que a morte ea destruição são ficção. Para testar essa ideia, eles pediram a pessoas que odeiam filmes deterror para assisti-los depois de terem visto as biografias dos atores. Durante as piores cenas, os pesquisadores relembraram os telespectadores de que era apenas um filme.

O truque funcionou. Com o desprendimento, eles conseguiram curtir um pouco mais o filme. Segundo os pesquisadores, essa é uma dica para as pessoas se livrarem do medo quando assistirem cenas de terror. Para ajudar, você pode assistir o "making-off" do filme, ou lembrar de que não é verdade, que ninguém está se machucando.

fonte:hypescience.com

2 comentários:

vidarealdasam disse...

Olá !!

Achei interessantíssimo seu texto !!!
Agora já tenho argumentos quando me olharem torto por gostar tanto de filmes medonhos e sangrentos !!
Não fazia idéia de que esta característica tinha tantas explicações científicas.
Eu adoro filmes de serial killers, monstros, fantasmas, ação, policial...
Quer me deixar entediada e me fazer ver uma comédia ou um filme de amor...argh !! hehehe

ótimo post !!
Grande abraço !

Jucifer disse...

mas bah nunca tinha pensado por este lado se bem q naum curto filmim de terrorr eles me causam medim kkkkk

bjim
otimo post